Fazer cerveja é difícil?

Essa é a pergunta que ouço sempre que alguém descobre que faço cerveja em casa. Eu sempre respondo que difícil não é, é trabalhoso. Ou melhor, fazer cerveja é fácil, o difícil é fazer cerveja boa com consistência. Mas algo que eu sempre deixo claro é que não é "rocket science" afinal a humanidade faz …

Continue reading Fazer cerveja é difícil?

Resumo da ópera

Depois de muito propagandear as últimas brassagens fiquei devendo contar qual foi o resultado. Primeiro a IPA com CITRA. Ficou bem interessante. Coloração acobreada puxando para o marrom, boa carbonatação e espuma de consistência média, um pouco turva. Aroma puxado para o amargo e um pouco do caramelo. Sabor com amargor pronunciado, um pouco de …

Continue reading Resumo da ópera

Loser Ale e o Concurso interno da ACervA Paulista

No sábado passado (11/06/2011) aconteceu o primeiro concurso interno da ACervA Paulista em Campinas. O estilo escolhido foi o American IPA. Como tinha brassado a um tempo a minha terceira leva de IPA resolvi correr na hora de engarrafar e levar uma amostra lá para ser avaliada. Fui sem pretensão nenhuma de ganhar e por …

Continue reading Loser Ale e o Concurso interno da ACervA Paulista

4a brassagem – O céu é o limite

Depois de 3 tentativas de IPA já era hora de experimentar outro estilo de cerveja. Atendendo a pedidos e a minha vontade de experimentar resolvi fazer uma Witbier (cerveja de trigo no estilo belga) e adicionar diferentes frutas. A Witbier foi escolhida pois queria experimentar com frutas mais cítricas e ácidas do que doces. Combinando com uma …

Continue reading 4a brassagem – O céu é o limite

Cerveja com… Geléia???

Tem gente que me acha maluco. Talvez eu seja. Por que será que toda vez que eu conto que coloco cerveja para maturar com geléia o povo faz cara de UÉ? Sim. Geléia. Na segunda leva (HOMBRE, ou A Cerveja que Deu Errado) eu separei 3l e deixei maturando por somente 6 horas com geléia …

Continue reading Cerveja com… Geléia???