Life changes

Pois é. As coisas mudam. E como mudam. Quem me acompanha no Facebook já tem uma boa idéia do que aconteceu nos últimos meses.

A idéia vinha cozinhando na minha cabeça já há um bom tempo. Tanto que vinha me preparando estudando, fazendo cursos e tentando me qualificar o máximo possível. Mas faltava algo, experiência. E foi a uns 5 meses que a oportunidade surgiu. A empresa que trabalhava a quase 16 anos ofereceu um PDV (pacote de demissão voluntária) e eu resolvi aproveitar o momento, pegar o pacote e mergulhar de cabeça para me tornar um cervejeiro profissional.

A medida que a data de me desligar desse emprego e dessa vida de 16 anos se aproximava eu ainda não tinha muito em mente o que fazer, e foi que surgiram duas oportunidades ótimas. Primeiro em um grupo do Facebook um brewpub da região apareceu procurando entusiastas para trabalhar como ajudante em tempo parcial na cervejaria. Perfeito. Entrevista feita, tudo certo. A segunda aconteceu durante o Craftbeer Festival de Colônia, conversando com o Jürgen (amigo do clube de cervejeiros caseiros) eu comentei com ele o que estava fazendo (sair do meu emprego para tentar como cervejeiro). No mesmo dia ele conversou com o Fritz da Ale-Mania de Bonn (que iria perder o cervejeiro dele, Ben Palmer, no final de Agosto). Ponte feita, marquei de ir conversar com o Fritz e o Ben. Tudo combinado, começava como estagiário primeiro semana de Julho.

Foi nessa, um misto de oportunidade, um pouco de coragem e alguns lances de sorte, que pulei direto de um trabalho em escritório, sentado na frente do computador e em reuniões 8 horas por dia, para ficar o tempo todo em pé (sentando só para comer e ir ao banheiro), carregando saco malte, caixa de cerveja, limpando chão e equipamento. Como um amigos diriam: “Living the dream”

A idéia agora aqui é contar um pouco mais como tem sido fazer essa transição de cervejeiro caseiro para profissional.

Espero que gostem.

4 thoughts on “Life changes

  1. Marcos Tadeu Cosmo

    A sorte só ocorreu por você estar em busca de seu plano-sonho e resolveu abraçar a ideia e se mostrar disponível. Assim o restante dessa epopeia veio como mérito de tudo que já fez na vida. Boa sorte nessa nova empreitada e fico no aguardo das novas que vem daí. Abraço

    Like

  2. Renato Ferraz

    Obrigado por compartilhar a sua história aqui no seu blog é muito motivador. Quando se tem um objetivo e nos colocamos de corpo e alma todos esses “misto de oportunidade, um pouco de coragem e alguns lances de sorte” vem de uma forma muito natural pode ser demorado mas vem kkkk, é um sentimento que eu tenho.
    Espero de coração que você LIVING THE DREAM, e que nos mande boas novas aqui no seu blog.
    Boa sorte e sucesso!!!!

    att, Renato Ferraz.

    Like

Comments are closed.